A comunicação sobre HIV nas práticas de saúde no Sistema Único de Saúde (SUS)- Brasil = The communication about HIV in health practices in the Unified Health System (SUS)-Brazil

Patrícia Estrella Liporace Barcelos, Adriana Cavalcanti de Aguiar

Resumen


Resumo: Introdução: Dimensões comunicacionais permeiam as práticas dos profissionais de saúde. Desde a criação do SUS (Sistema Único de Saúde), em 1988, no Brasil, são enfatizados princípios como a humanização do cuidado e a valorização dos aspectos relacionais, sociais e culturais na comunicação com usuários e entre profissionais. Com relação à Aids, políticas de saúde buscaram informar e mudar comportamentos, enfatizando o diagnóstico precoce, o tratamento adequado e a prevenção. Apesar da epidemia do HIV ter estimulado muitas inovações na educação e comunicação em saúde, ainda se verificam ações predominantemente prescritivas, baseadas no saber biomédico, responsabilizando indivíduos por seus problemas de saúde. Objetivos: O presente trabalho investigou como a comunicação envolvendo o HIV atualmente é abordada nos cenários de práticas do SUS. Metodologia: Foi realizada uma análise temática de conteúdo em busca bibliográfica na literatura brasileira especializada publicada de 2000 a 2018 na SciELO (Scientific Electronic Library Online). Resultados: Obtivemos 15 artigos que mostram a comunicação utilizada como instrumento de fomento à adesão, prevenção, detecção e tratamento do HIV, mas também como competência para lidar com dilemas éticos e morais. Conclusão: Embora ainda seja restrita, a produção acadêmica em comunicação sobre HIV nos serviços aponta mudanças em direção às necessidades do usuário.

Palavras-chave: comunicação; serviços de saúde; Sistema Único de Saúde (SUS); HIV; Aids.

Abstract: Introduction: Communication dimensions permeate the practices of health professionals. Since the creation of the Brazilian Health Care System (SUS), in 1988 in Brazil, principles such as humanization of care and appreciation of relational, social and cultural aspects of communication between users and professionals and in professional teams have been emphasized. In relation to AIDS, health policies have sought to inform and change behaviors, emphasizing early diagnosis, appropriate treatment and prevention. Although the HIV epidemic has stimulated the development of technologies in health education and communication, there still predominate prescriptive actions aimed at biomedical knowledge and blaming individuals for their health problems. Objectives: This study investigated how communication regarding HIV has been addressed in SUS practices. Methodology: A thematic analysis of bibliographic search content was carried out in specialized Brazilian literature published from 2000 to 2018 in SciELO (Scientific Electronic Library Online). Results: The 15 articles obtained display communication as a tool to promote adherence, prevention, detection and treatment of HIV, but also point to its importance in dealing with ethical and moral dilemmas. Conclusion: Although it is still restricted, the academic production of HIV communication in services indicates a trend towards addressing the needs of the users.

Keywords: communication; health services; Unified Health System (SUS); HIV; Aids.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20318/recs.2019.4473

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Revista Española de Comunicación en Salud - EISSN: 1989-9882
editada por el Departamento de Periodismo y Comunicación Audiovisual de la Universidad Carlos III
y la Asociación Española de Comunicación Sanitaria
http://www.uc3m.es/recs