Do «espanto» da terra ao conhecimento do Brasil

Impactos na Universidade de Coimbra

Palabras clave: descobrimentos, Brasil, Universidade de Coimbra, viagens filosóficas, colecções científicas

Resumen

Partindo-se do conhecimento da experiência dos portugueses nos contactos com povos não europeus por ocasião da chegada a terras do Atlântico Sul, pretende-se analisar o espanto que a nova terra e os seus habitantes provocaram nos portugueses, bem assim a curiosidade que a maravilha da terra lhes causou e que os levou a adentrá-la e a conhe cê-la. Com a fixação dos portugueses, iniciou-se uma corrente de busca de Portugal, sobretudo o saber da sua universidade, originando uma plêiade de cientistas brasileiros, que deixaram obra notável em diversos ramos do saber, particularmente através das célebres viagens filosóficas do século XVIII. Donde, a existência de colecções literárias e científicas na Universidade de Coimbra.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Consultas del resumen: 86
PDF (Português (Portugal)) : 391

Citas

Absolon, Bruno Araujo et al. (2018). O primeiro Gabinete de História Natural do Brasil (“Casa dos Pássaros”) e a contribuição de Francisco Xavier Cardoso Caldeira. Em: https://www.abfhib.org/FHB/FHB-13-1/FHB-13-01-01-Bruno-Araujo-Absolon-et-al.pdf

Albuquerque, Luís de (Dir.) (1989a). O reconhecimento do Brasil. Alfa.

Albuquerque, Luís de (Dir. e Comentário) (1989b). Notícia do Brasil. Alfa.

Albuquerque, Luís de (Dir.) (1989c). Cultura e opulencia do Brasil. Alfa.

Albuquerque, Luís de (Dir.) (1993a). Portugal no Mundo. 3 vols. Alfa.

Albuquerque, Luís de (1993b). Navegações além do cabo Bojador no tempo do infante D. Henrique: o seu objectivo. Em Luís de Albuquerque (dir.) Portugal no Mundo. Vol 1 (pp. 137-149). Alfa.

Albuquerque, Luís de (Dir.) e Domingues, Francisco Contente (Coord.) (1994). Dicionário de história dos descobrimentos portugueses. 2 vols. Círculo de Leitores.

Almeida, Palmira Morais Rocha de (2010). Dicionário de autores no Brasil Colonial. Colibri.

Alves, Carlos Fernando Teixeira (2019). D. Francisco de Lemos de Faria Pereira Coutinho, uma biografia (1735-1822). Em: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.2019.145431

Amaral, Ana Rita et al. (2012). O contexto museológico da antropologia na Universidade de Coimbra: Uma síntese histórica (1772-1933). Em: https://www.uc.pt/org/historia_ciencia_na_uc/Textos/ocontexto/ocont

Andrade, António Alberto Banha de (1972). Mundos novos do Mundo. Panorama da difusao, pela Europa, de notícias dos descobrimentos geográficos portugueses. Junta de Investigações do Ultramar.

Andrade, Manuel Correia de (1999). Os descobrimentos portugueses: Brasil e África. Revista Portuguesa de História, 33, pp. 43-66.

Araújo, Ana Cristina (2001). O maravilhoso mundo “reencontrado” na América Portuguesa. Em Luís A. de Oliveira Ramos et al. (Coord.) Estudos em homenagem a Joao Francisco Marques (pp. 170-182). Faculdade de Letras, D. L.

Araújo, Ana Cristina, e Fonseca, Fernando Taveira da (Coords.) (2017). A Universidade pombalina: ciencia, território e coleçoes científicas. Em: http://hdl.handle.net/10316.2/43169

Araújo, Robson Jorge de (2012). José Álvares Maciel: o químico inconfidente. Em: https://bibliotecaquimicaufmg2010.files.wordpress.com/2012/02/josc3a9-c3a1lvares-maciel.doc.

Areia, Manuel Rodrigues Laranjeira et al. (2011). Da Universidade de Coimbra ao Brasil: é muito o que nos une (s.d.. Em: https://www.uc.pt/congressos/clbhc/actas_congresso/# http://www.uc.pt/congressos/clbhc/actas_congresso/, pp. 171-183.

Bandeira, Ana Maria Leitão (2017). “Mano muito do meu coração…” Reconstituição do arquivo pessoal de D. Francisco de Lemos e transcrição das cartas de seu irmão João Pereira Ramos de Azeredo Coutinho (1775-1779). Em: http://hdl.handle.net/10316.2/42781.

Barreto, Luís Filipe (1993). As viagens marítimas e a nova visão do mundo e da natureza. Em Luís de Albuquerque (dir.) Portugal no Mundo. Vol 2 (pp. 406-413). Alfa.

Bizzo, Maria Leticia Galluzi (2011). “Tudo o que não é vivificado, é expulso deste admirável laboratorio vital”: Francisco de Mello Franco (1757-1822) e a dietética iluminista. Em: https://www.uc.pt/congressos/clbhc/actas_congresso/# http://www.uc.pt/congressos/clbhc/actas_congresso/, pp. 594-613.

Boschi, Caio César (1999). A comercialização dos livros da Directoria Geral dos Estudos para o Brasil. (Apontamentos para uma investigação histórica). Revista Portuguesa de História, 33, pp. 601-629.

Boschiroli, Veridiana de Azevedo (2012). O naturalista Manuel Galvão da Silva. Em: http://eeh2012.anpuh-rs.org.br/resources/rj/Anais/2006/ic/Veridiana%20de%20Azevedo%20Boschiroli.pdf

Brigola, João Carlos Pires (2003). Colecçoes, Gabinetes e Museus em Portugal no século XVIII. Fundação Calouste Gulbenkian-Fundação para a Ciência e Tecnologia.

Callapez, Pedro, e Brandão, José Manuel (2011). Da Filosofia Natural à Modernidade: Dois Séculos de coleccionismo geológico (e paleontológico) na Universidade de Coimbra. Em: http://hdl.handle.net/10400.9/1839.

Calmon, Pedro (1982). A reforma da Universidade e os dois brasileiros que a planejaram. Revista de História das Ideias, IV-II, pp. 93-100.

Campos, José Adolfo, e Santos, Nadja Paraense dos (2011). A Astronomia nas propostas de criação de Universidades no Império do Brasil. Em: https://www.uc.pt/congressos/clbhc/actas_congresso/# http://www.uc.pt/congressos/clbhc/actas_congresso/, pp. 1093-1105.

Cardim, Fernão (1925). Tratados da terra e gente do Brasil. (Batista Caetano, João Capistrano de Abreu, Rodolfo Garcia, eds.). J. Leite & Cia.

Cardim, Fernão (1997). Tratados da terra e gente do Brasil (Ana Maria de Azevedo, ed.). Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses.

Cardoso, Augusto Correia (2018). Laboratorio Chimico da Universidade de Coimbra. 200 anos de Química em Portugal (1772-1974). Edições Minerva. Em: https://www.researchgate.net/profile/Augusto-Cardoso/publication/337902096_Laboratorio_Chimico_da_Universidade_de_Coimbra_200_anos_de_Quimica_em_Portugal_1774-1974/links/5df17c114585159aa4766433/.

Carneiro, Roberto, e Matos, Artur Teodoro de (Coords.) (2001). Memória de Portugal. O milénio portugues. Círculo de Leitores.

Carvalho, Joaquim Augusto Simões de (1872). Memória histórica da Faculdade de Philosophia. Imprensa da Universidade.

Carvalho, Rómulo de (2000). O material etnográfico do Museu Maynense da Academia das Ciencias de Lisboa. Academia das Ciências.

Casaleiro, Pedro et al. (2011). Redescoberta da colecção ictiológica do século XVIII no Museu da Ciência, Universidade de Coimbra”. Em: https://www.uc.pt/congressos/clbhc/actas_congresso/# http://www.uc.pt/congressos/clbhc/actas_congresso/, pp. 1006-1017.

Casaleiro, Pedro Júlio Enrech (2019). Ir ao Museu: tesouros do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra. Em: https://pontosj.pt/especial/ir-ao-museu-tesouros-do-museu-da-ciencia-da-universidade-de-coimbra/

Castro, Aníbal Pinto de (1993). Os Descobrimentos na literatura portuguesa. Em Luís de Albuquerque (dir.) Portugal no Mundo. Vol 2 (pp. 355-364). Alfa.

Cavalcante, Berenice (1999). Itinerários de leitura: a formação de um ilustrado luso-brasileiro, Revista Portuguesa de História, 33, pp. 579-600.

Ceríaco, Luís Miguel Pires (2014). A evoluçao da Zoologia e dos museus de História Natural em Portugal. Universidade de Évora. Em: http://hdl.handle.net/10174/20827.

Cortesão, Jaime (org.) (1956). Pauliceae Lusitana Monumenta Historica, I-V a VIII. Edição Comemorativa do IV Centenário da Fundação da Cidade de São Paulo. Lisboa: Real Gabinete de Leitura do Rio de Janeiro.

Costa, António Marinho Amorim (s. d.). Rodrigues Sobral (1759-1829) e a análise química na Universidade de Coimbra no início do século XIX. Em: https://www.uc.pt/org/historia_ciencia_na_uc/Textos/rodrigues/rod.

Costa, Rita Daniela Cordeiro Paiva (2018). Luís de Carvalho e as coleções de zoologia legadas à Universidade de Coimbra. Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Em: http://handle.net/10316/81917.

Cruz, João José de Sousa (2014, on line). Sargento-mor de Infantaria, com exercício de Engenharia, José António Caldas (1725/1782). Em: https://www.revistamilitar.pt/artigo/991.

Delfiol, Tatiana de Andrade Aguilar (2022). Um breve contexto do ensino da Matemática no Brasil no século XVIII. Em: https://histemat.com.br/index.php/HISTEMAT/article/download/486/418.

Dias, Jill (1993). As primeiras penetrações portuguesas em África. Em Luís de Albuquerque (dir.) Portugal no Mundo. Vol 1 (pp. 281-299). Alfa.

Estatutos da Universidade de Coimbra (1772) (1972). Coimbra: Universidade de Coimbra.

Faria, Miguel Figueira de (1995). Brasil: visões europeias da América Lusitana, Oceanos, 24. Em: https://repositorio/ual.pt/handle/11144/698.

Fernandes, Antônio Carlos Sequeira, e Henriques, Deise Dias Rêgo (2011). José da Costa Azevedo e Custódio Alves Serrão: da formação na Universidade de Coimbra à importante atuação na estruturação do Museu Nacional no Brasil. Em: http://hdl.handle.net/10316.2/38450.

Ferreira, Gustavo Oliveira (2013). As polemicas flores: Joaquim Veloso de Miranda e a prática científica nas Minas Setecentistas. Em: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/20456.

Ferro, Manuel (2020). Contributo(s) para a formação de uma identidade. Brasileiros na Universidade de Coimbra. Em: http://www.uc.pt/rualarga/anteriores/RL21/21_16.

Figueiredo, Fernando Bandeira (2013). O Observatório astronómico (1772-1837). Em: http://hdl.handle.net/10316.2/38513.

Figueiredo, Fernando Bandeira, e Duarte, António Leal (2019). José Monteiro da Rocha (1734-1819). Um Matemático ao serviço do Estado. Comemoração do Bicentenário da sua morte. Em: https://gazeta.spm.pt/getArtigo?gid=1561.

Filgueiras, Carlos Alberto Lombardi (1992). João Manso Pereira. Químico empírico do Brasil colonial. Em: http://quimicanova.sbq.org.br/detalhe_artigo.asp?id=884.

Filipe, Carlos Mattoso (1993a). Primeiro contacto com terras brasileiras. Em Luís de Albuquerque (dir.) Portugal no Mundo. Vol 2 (198-209). Alfa.

Filipe, Carlos Mattoso (1993b). Colonização. A fixação de colonos e o reconhecimento das riquezas brasileiras. Em Luís de Albuquerque (dir.) Portugal no Mundo. Vol 2 (pp. 210-222). Alfa.

Fiolhais, Carlos Manuel Baptista et al. (Coord.) (s.d.a, on line). Os Andrada e Silva: de Coimbra à independencia do Brasil. Em: https://www.uc.pt/org/historia_ciencia_na_uc/Textos/brasileiros/andrada.

Fiolhais, Carlos Manuel Baptista et al. (Coord.) (s.d.b, on line). O Laboratorio Chimico e o Colégio de Jesus. Em: https://www.uc.pt/org/historia_ciencia_na_uc/Textos/museu/labchimico.

Fiolhais, Carlos Manuel Baptista et al. (Coord.) (s.d.c, on line). O desenvolvimento da exploração mineira no Brasil. Em: https://www.uc.pt/org/historia_ciencia_na_uc/Textos/brasileiros/desenvolvi.

Fiolhais, Carlos Manuel Baptista et al. (Coord.) (s.d.d, on line). A criação do Museu de História Natural e as colecções do séc. XVIII. Em: https://www.uc.pt/org/historia_ciencia_na_uc/Textos/ocontexto/2_acriacao.

Fiolhais, Carlos Manuel Baptista et al. (Coord.) (s.d.e, on line). Curso de Philosophia Natural, profissionalização do viajante-naturalista e ‘conflito de faculdades’ (1772-1808). Em: https://www.uc.pt/org/historia_ciencia_na_uc/Textos/curso.

Fonseca, Fernando Taveira da (1997). O saber universitário e os universitários no Ultramar. Em História da Universidade em Portugal. I (II) (1537-1771). (pp. 1015-1040). Universidade de Coimbra.

Fonseca, Fernando Taveira da (1999). Scientiae thesaurus mirabilis: estudantes de origem brasileira na Universidade de Coimbra (1601-1850). Revista Portuguesa de História, 33, pp. 527-559.

Fonseca, Fernando Taveira da (2017). Uma primeira educação do olhar: Universidade e estudantes de Coimbra na transição reformista. Em: https://doi.org/10.14195/978-989-26-1366-6_2.

Fonseca, Luís Adão da (2001). Viagem entre o Ocidente e o Oriente. Em Carneiro, Roberto, e Matos, Artur Teodoro de (Coords.) Memória de Portugal. O milénio portugues (pp. 264-265). Círculo de Leitores.

Freitas, Ricardo Cabral de (2013). Francisco de Mello Franco (1757-1822) na Ilustração Luso-Brasileira (1790-1821): reforma cultural e medicina-filosófica. Em: http://www.snh2013.anpuh.org/resources/anais/27/1364762234_ARQUIVO_ANPUH2013.pdf.

Gomes, Maria Fernanda Daniel Lopes (2011). Do Gabinete de História natural da Faculdade de Filosofia ao Museu Mineralógico e Geológico da Faculdade de Ciências. Em: https://www.uc.pt/congressos/clbhc/actas_congresso/# http://www.uc.pt/congressos/clbhc/actas_congresso/, pp. 1220-1234.

Guedes, Maria Estela (s.d.). João da Silva Feijó, viagem filosófica a Cabo Verde. Em: https://www.researchgate.net/publication/267241714_Joao_da_Silva_Feijo_viagem_filosofica_a_Cabo_Verde.

Guedes, Max Justo (1993). O descobrimento e as primeiras viagens de reconhecimento. Em Luís de Albuquerque (dir.) Portugal no Mundo. Vol 2 (pp. 180-197). Alfa.

Guimarães, Mário (s.d.). Um pernambucano na corte. Em: http://itarget.com.br/services/itpack3.1/uploads/sgp/arquivos/1808-%20Um%20pernambucano%20na%20corte.pdf.

História da Universidade em Portugal (1997). 1 vol., 2 tomos. Universidade de Coimbra – Fundação Calouste Gulbenkian.

Krury, Lorelai Brilhante (2012). Manuel Arruda da Câmara: a República das Letras nos sertões. Em: https://www.researchgate.net/publication/343141136_Manuel_Arruda_da_Camara_A_Republica_das_Letras_nos_Sertoes.

Lima, Péricles Pedrosa (2009). Homens de ciencia a serviço da coroa. Os intelectuais do Brasil na Academia Real de Ciencias de Lisboa. 1779/1822. Em: http://hdl.handle.net/10451/514.

Lopes, Marília (1993). A exploração económica da Guiné e de Cabo Verde nos séculos XV e XVI. Em Luís de Albuquerque (dir.) Portugal no Mundo. Vol 1 (pp. 250-263). Alfa.

Marinho, Maria Gabriela Silva Martins da Cunha (2011). Coimbra, Lisboa e Província de São Paulo. Circulação de saberes, vínculos de poder e exercício da medicina no trânsito Colônia-Império. As trajetórias de Francisco e Justiniano de Mello Franco (1757 -1839)”. Em: https://www.uc.pt/congressos/clbhc/programa_final.

Marinho, Maria Gabriela Silva Martins da Cunha (2012). A difusão da Medicina acadêmica e das práticas científicas no espaço lusobrasileiro. Da Corte à Província, a trajetória de Francisco de Mello Franco de Lisboa a São Paulo. (1783-1839). Em: https://www.13snhct.sbhc.org.br/resources/anais/10/1345067879_ARQUIVO_SBHC2012JustinianoeaDifusaodaMedicinaAcademicaedasPraticasCientificasnoEspacoLuso-brasileiro-MariaGabrielaS.M.C.Marinho.pdf.

Marques, Adílio Jorge, e Filgueiras, Carlos Alberto Lombardi (2009, on line). Uma família de químicos unindo Brasil e Portugal”. Em: https://www.academia.edu/19023884/Uma_fam%C3%ADlia_de_qu%C3%ADmicos_unindo_Brasil_e_Portugal.

Marques, Danilo (2022). José da Silva Lisboa, visconde de Cairu (1756-1835). Em: https://riomemorias.com.br/memoria/jose-da-silva-lisboa-visconde-de-cairu-1756-1835/.

Martins, Carlos Moura (2017). A aplicação da ciência à política do território na transição do século XVIII para o século XIX. Em: https://doi.org/10.14195/978-989-26-1366-6_8.

Martins, Décio Ruivo. (s.d.a). A Faculdade de Filosofia Natural (1772-1911). Em: https://www.uc.pt/org/historia_ciencia_na_uc/Textos/facfilonatural/afac.

Martins, Décio Ruivo (s.d.b). Brasileiros na reforma pombalina. Criando novos caminhos da Ciência entre Portugal e o Brasil. Em: https://www.uc.pt/org/historia_ciencia_na_uc/Textos/brasileiros/bras.

Martins, Décio Ruivo, e Fiolhais, Carlos Fiolhais (s.d.c). As ciências exactas e naturais em Coimbra. Em: https://www.uc.pt/org/historia_ciencia_na_uc/Textos/cienciasexactas/ascienc.

Matos, Leonor Correia de (1993). O cruzamento de culturas. Em Luís de Albuquerque (dir.) Portugal no Mundo. Vol 2 (pp. 337-354). Alfa.

Maxwell, Kenneth (2016). Ensaio bibliográfico. Relações entre Portugal e Estados Unidos (1776-1820): Contribuições adicionais. Em: https://ipri.unl.pt/images/publicacoes/revista_ri/pdf/ri51/RI51_06KM.pdf

Monumenta Missionaria Africana. África Ocidental (1342-1499) (1958). Coligida e anotada pelo Padre António Brásio, C. S. Sp. Segunda Série. I. Agência Geral do Ultramar.

Morais, Francisco (1941). Catálogo dos manuscritos da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra relativos ao Brasil. Extractos do Catálogo da Universidade de Coimbra. Instituto de Estudos Brasileiros da Faculdade de Letras de Coimbra.

Morais, Francisco (1949). Estudantes da universidade de Coimbra nascidos no Brasil, Brasília, IV (Suplemento).

Oliveira, Ingrid Silva de (2012). As “histórias” de Angola e seus autores nos séculos XVII e XVIII: um estudo de caso dos militares Antonio de Cadornega e Elias Alexandre Correa”. Em: http://www.encontro2012.rj.anpuh.org/resources/anais/15/1338340715_ARQUIVO_Textocompletoanpuh2012.pdf.

Montalboddo, Fracanzano de (1507). Paesi novamente ritrovati per la navigatione di Spagna in Calicut. Et da Albertutio Vesputio Fiorentino intitulato Mondo Novo. Henrico Vicentino.

Pais, José Alberto (2018). Das pobres colônias ricas a rica metrópole pobre: a formaçao das Coleçoes Zoológicas vivas reais em Portugal durante o século XVIII. Em: http://hdl.handle.net/unirio/12705.

Papavero, Nelson, e Teixeira, Dante Martins (2013). Animais enviados do Grão-Pará para as Quintas reais de Belém (Portugal) no século XVIII”. Em: https://doi.org/10.11606/issn.2176-7793.v44i2p121-169.

Pereira, Magnus Roberto de Mello (1999). Brasileiros a serviço do império. A África vista por naturais do Brasil, no século XVIII. Revista Portuguesa de História, 33, pp. 153-190.

Pereira, Magnus Roberto de Mello (2022). Joao da Silva Feijó: um homem de ciencia no antigo Regime Portugues. Em: https://hdl.handle.net/1884/63941.

Pereira, Magnus Roberto de Mello, e Ribas, André Akamine (2018). Francisco José de Lacerda e Almeida: um astrônomo paulista no sertão africano. Em: https://hdl.handle.net/1884/63935.

Pereira, Márcio Mota (2018). Saber e honra: a trajetória do naturalista luso-brasileiro Joaquim Veloso de Miranda e as pesquisas em história natural na capitania de Minas Gerais (1746-18116). Em: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-B2ZPTD.

Pinto, João Rocha (1994). Literatura de viagens. Em Luís de Albuquerque (dir.) Portugal no Mundo. Vol 2 (pp. 606-613). Alfa.

Pinto, Sandrine Martins et al. (2011). Contributo do luso-brasileiro Manuel Joaquim Henriques de Paiva (1752-1829) na divulgação da vacina contra a varíola em Portugal. Em: https://cidtff.web.ua.pt/producao/vitor_bonifacio/actas_congresso.pdf.

Pires, Catarina Pereira, e Pereira, Gilberto Gonçalves (2016). Museu da Ciência da Universidade de Coimbra: valorização de um patrimônio científico secular. Em: https://www.researchgate.net/publication/296849600_O_Museu_da_Ciencia_da_Universidade_de_Coimbra_Valorizacao_de_um_patrimonio_cientifico_secular.

Pita, João Rui et al. (2016). José Francisco Leal (1744-1786): brasileiro e primeiro professor de materia médica e arte farmacêutica na Faculdade de Medicina após a reforma pombalina da Universidade de Coimbra. Em: https://periodicos.ufrn.br/mneme/article/view/9540.

Piva, Teresa (2013). A evolução da Engenharia no Rio de Janeiro no período de 1765 a 1810. Em: http://hdl.handle.net/10316.2/38446.

Póvoas, Liliana et al. (2016). O Museu Nacional de História Natural – Uma história atribulada e uma questão em aberto. Em : http://www.apeq.pt/ojs/index.php/apeq/article/view/215.

Ramos, Luís A. de Oliveira et al. (Coord.) (2001). Estudos em homenagem a Joao Francisco Marques, I. Faculdade de Letras, D. L.

Roncarati, Flávia (2007). As fontes documentais nos relatos e descriçoes de viagens do mineralogista José Vieira Couto: os caminhos para as minas e a Estrada Real (século XIX). Em: https://www.bn.gov.br/sites/default/files/documentos/producao/pesquisa/fontes-documentais-nos-relatosdescricoes-viagens//flaviaroncarati.pdf.

Silva, Clarete Paranhos da (2007). As viagens filosóficas de João da Silva Feijó (1760-1824) no Ceará. Em: https://revistas.ufpr.br/historia/article/view/12115/8476.

Silva, Clarete Paranhos da, (2002). O desvendar do grande livro da natureza: um estudo da obra do mineralogista José Vieira Couto, 1798-1805. Annablume/FAPESP/Unicamp.

Silva, Inês et al. (2011). Materiais botânicos e zoológicos das Viagens Philosoficas na Universidade de Coimbra. Em: https://cidtff.web.ua.pt/producao/vitor_bonifacio/actas_congresso.pdf.

Silva, Jaime Carvalho e (2013). A Faculdade de Matemática (1772-1911). Em: http://hdl.handle.net/10316.2/38512.

Silva, Maria Beatriz Nizza da, (1999). Cultura letrada e cultura da realidade no Brasil dos fins do séc. XVII. Revista Portuguesa de História, 33, pp. 561-577.

Simões, Carlota, e Casaleiro, Pedro (2013). Coleções Científicas do Iluminismo na Universidade de Coimbra. Em: https://doi.org/10.14195/978-989-26-1366-6_8.

Simões, Carlota et al. (2013). O Museu da Ciência: uma colecção científica do Século das Luzes. Em: https://www.uc.pt/org/historia_ciencia_na_uc/Textos/museu/omuse.

Staden, Hans (2008). Duas viagens ao Brasil: primeiros registros sobre o Brasil. L&PM.

Subtil, Carlos (2017) Bernardino António Gomes: ilustre médico iluminista nascido em Paredes de Coura; em: http://hdl.handle.net/10400.26/18451.

Teixeira, Cid (1990). Roteiro. Em Valladares, Kátia et al. (Coord.) (1991). Nordeste Histórico e Monumental. IV. Bahia (pp. 29-79). Fundação Emílio Oldebrecht.

Thevet, Fr. André (1558). Les singularitez de la France Antarctique, autrement nommée Amerique, & de plusieurs terres et isles decouvertes de nostre temps. Chez les heritiers de Maurice de la Porte.

Valladares, Kátia et al. (Coord.) (1991). Nordeste Histórico e Monumental. IV. Bahia. Fundação Emílio Oldebrecht.

Varela, Alex Gonçalves (2006). O processo de formação, especialização e profissionalização (1783-1800) do ilustrado Manuel Ferreira da Câmara”. Em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/19043.

Veiga, Raul da Silva (1988). Diplomas régios e outros documentos dados no governo do Brasil (Colecçao Conde dos Arcos). Catálogo. Arquivo da Universidade de Coimbra.

Publicado
2023-07-20
Cómo citar
Marques, M. A. F. (2023). Do «espanto» da terra ao conhecimento do Brasil: Impactos na Universidade de Coimbra. REVISTA DE HISTORIOGRAFÍA (RevHisto), (38), 11-38. https://doi.org/10.20318/revhisto.2023.7898
Sección
Monográfico